Qual é a sua adora-ação?

Uma das perguntas que me fiz ultimamente foi essa: O que é adoração? Para qual finalidade é adorar a Deus? Qual é a minha adoração?

A adoração é uma das palavras que está virando um desses chavões no meio evangélico, algo que precisa ser definido antes que o tempo e nós distorçamos o real significado do que é adorar. Precisamos refletir sobre qual a essência de João 4:23-24 – “Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é Espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade”.

Quando dizemos essa palavra “ADORAR”, nós associamos rapidamente com músicas, cantos, louvores, ritmos, danças, instrumentos musicais, porém adorar é algo muito mais profundo do que pensamos e imaginamos. Essa palavra, em latim ADORARE, tem o significado de venerar, idolatrar, render culto e amar extremosamente.

Gosto muito dessa última definição, que pode ser ilustrada com a vida de Jesus Cristo, ele que foi mandado por Deus na terra para salvar o que se havia perdido. O Pai nos amou tanto que entregou a vida de seu único filho para que tenhamos a vida eterna (João 3:16). Cristo demonstrou seu amor por nós através da entrega de sua própria vida. ENTREGA. Essa é a palavra: a adoração (amar extremosamente) é demonstrada através da entrega de vidas.

Quando estamos num culto e ouvimos alguma música dizendo “Quero te adorar”, “Adoramos ao Senhor” ou o dirigente de louvor começa a liturgia declarando que estamos naquela noite para adorar a Deus, será que sabemos o verdadeiro significado do que estamos cantando e falando? Será que a adoração se resume simplesmente em um momento na igreja? Há tempo específico para adorar a Deus?

A adoração começa em lugares introspectivos do que nos coletivos, começa quando estou na minha casa, no meu trabalho, como trato meus amigos, minha namorada, esposa, sogra. Seu reflexo está no testemunho pessoal do cotidiano e das atitudes que tomo diante das mais diversas circunstâncias da vida, está em como olho, penso e ajudo. Está nas demonstrações diárias do que está cheio o meu coração, em devocionais com Deus, vida de oração e de um relacionamento íntimo com Deus. Como Paulo mesmo disse, não podemos ter a dualidade da vida, separando-a a adoradora da secular, pois ela tem de ser uma só: “Portanto, quer comais, quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.” (I Coríntios 10:31).

Adorar começa dentro da minha vida, no coração, na mente, passa pelas minhas ações diárias, até chegar em uma expressão musical de palavras que exaltam o meu Deus e não o inverso, não se começa cantando algo que não se vive, pois isso é hipocrisia. Adorar não deve ser confundido com LOUVOR, pois o louvor é somente a conseqüência da adoração, é uma das expressões dessa paixão por Deus. Não é só porque cantamos, que estamos exaltando ao Criador. A palavra mesmo nos diz: Adoração – Adorar nas ações.

Não entregamos nossas vidas por aquilo que Deus faz, mas por aquilo que ele é, o adorador não estabelece condições, quer dizer, somente uma, que é se doar diante de Deus. Não adoramos a ele esperando algo em troca, não se barganha a reverência, ela é incondicional. Precisamos ter a paixão pelo nome de Cristo independente das coisas, pessoas e situações.

Infelizmente, nós os cristãos, temos trocado o instrumento mais afinado da vida, que é o coração, por instrumentos musicais caros, invertemos os ritmos da vida sem individualismo, pressas, imediatismos, por ritmos alucinantes e emocionantes, mudamos as vozes proféticas contra a injustiça, pobreza e dolo, por timbres e tons lindos, belos e vibrantes.

Que Deus nos ajude a não cair no erro do povo de Israel: “Pelo que, quando estendeis as mãos, escondo de vós os olhos; sim, quando multiplicais as vossas orações, não as ouço, porque as vossas mãos estão cheias de sangue.” (Is. 1:15)

Termino meu texto compartilhando um trecho da música “Dependo de Ti” de Paulo César Baruk: “Louvar-te é bem mais do que eu mereço, adorar-te é mais profundo do que eu pensei.”Qual é a sua Adora-ação?

Anúncios

Um comentário sobre “Qual é a sua adora-ação?

  1. Antonio Luiz

    Olha foi bom essa sua definiçao, pois precisamos de pessoas que nós defina certas palavras que transmiti um sentido amplo e objetivo de entender. “Pois DEUS e maior que tudo “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s