A vida em relação

images.jpg 

Algo muito corriqueiro em nossas vidas é de estabelecer relacionamentos (sejam familiares, conjugais, fraternais) com as pessoas que nos cercam. Porém, embora estamos formando vínculos a todo momento, creio que é uma das coisas mais difíceis de se lidar ao longo da nossa caminhada. Lidar com histórias de vidas iguais e diferentes, com idéias semelhantes e opostas, com jeitos e gênios compatíveis e incompatíveis, personalidades diversas não é tão simples assim. E é isso que faz da vida uma arte: viver e conviver com a pluralidade existente.

Antes de ir ao Acampamento da Betesda, estava refletindo sobre minha vida e a relação com o próximo. Li há dois meses atrás “O monge e o Executivo” e mais recentemente “Como os pinguins me ajudaram a entender Deus”. Ambos, têm capítulos que tratam sobre as conexões de vidas e suas dinâmicas. Compreendi que o amor nessa interação carnal, não vale simplesmente de sentimentos, mas também de decisões; não é regido por coerção, mas pelo livre-arbítrio; não é tomado por interesses pessoais, mas é uma troca, ou melhor, uma entrega sem esperar a troca. Como é lindo e belo esse Amor Ágape!!!

Durante os dias que passei com a galera, pude conversar com uma pessoa sobre algumas das minhas dificuldades diante desse assunto. Disse-me algo muito verdadeiro e profundo que fez-me pensar sobre. Precisamos olhar o outro como sendo a imagem e semelhança de Deus, ver a importância que possui o próximo simplesmente por ser criatura de Deus e nada mais além, lembrar que Deus também o ama, pois não faz distinção entre eu e o outro. O Divino se entregou em resgate de todos e não para alguns.

Inúmeras vezes, somos enganados pelos nossos próprios (pré) conceitos que formamos sobre alguém. Criamos uma imagem das pessoas totalmente distorcida daquela que o Pai fez. Somente quando quebramos os paradigmas é que podemos perceber a beleza do meu irmão, as virtudes nele existentes, conhecer um pouco do seu interior e não meramente do que é aparente. Vejo que naquele corpo há também vida, sentimentos, histórias, memórias. Os indivíduos nos surpreendem e nós próprios nos surpreendemos conosco.

Devemos quebrar a arrogância religiosa que vê o outro como um inútil e mais um no meio do caminho. Sejamos o samaritano que acolhe e reconhece seu próximo como a ti mesmo. Anulemos a concepção de que “não podemos nos misturar com o mundo”, pois eu preciso deles e eles precisam de mim. Todos são responsáveis por todos, todos são responsáveis por um e um é responsável por todos, vivemos em uma cadeia relacional.

“Relacionar-se com” é difícil, pois corremos riscos, há possibilidades de sermos traídos e ferirmos pessoas; “Relacionar-se com” é bonito, pois construimos mutuamente, crescemos e amadurecemos juntos; “Relacionar-se com” é frágil, pois optamos pela decisão de amar, estamos vulneráveis tanto à lealdade quanto às decepções; “Relacionar-se com” é humanizar-se, pois compartilho minhas emoções e pensamentos e escuto o outro; “Relacionar-se com” é um desafio, pois enfrento traumas, experiências e sentimentos para se entregar a alguém; “Relacionar-se com” é destronar meu “eu”, pois requer o desvencilhar do egoísmo, arrogância e individualismo.

Também “relacionar-se com” é Divino:
“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” (João 1:14)
“Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer.” (João 15:15)

Anúncios

2 comentários sobre “A vida em relação

  1. fabio

    Japa

    Acho que você tem que ser um poeta, muito bom seu raciocínio referente a “RELACIONAR SE”.

    Devemos nos relecionar sem querer nada em troca, isso é o Reino de Deus, amar o proxímo como a nos mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s