Graça e seu olhar

Imagem extraída do blog: http://escreveretransgredir.blogspot.com

“Não tenho medo do julgamento final, sei que seremos julgados por um olhar de criança… Quando hoje me coloco diante desse terrível olhar inocente, não consigo ter ilusões sobre mim mesmo e, ao mesmo tempo, não posso mais desesperar. Quando fomos olhados assim, não nos sentimos mais fora do alcance do amor, qualquer que seja a espessura de nossas máscaras.”

Jean-Yves Leloup em “O absurdo e a graça” – Verus Editora. p.87.
Texto Extraído do site: www.ricardogondim.com.br, em 26/09/08.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s