Evangelize-me!!!

partilha

Imagem Extraída do blog: http://blog.vinde.org.br/2008/06/09/ 

Por Marcio Uno

Acreditei piamente que possuia a verdade absoluta nas mãos, principalmente quando comecei a frequentar diversas religiões e igrejas. A situação se agravou no momento em que fiz adesão ao movimento evangélico que se impunha como o único e possuia a melhor estratégia para evangelizar todo o mundo, o do G-12.

Como detentor “da mensagem”, o orgulho fez parte de meu coração; a arrogância de se ter e dar respostas a todos os problemas humanos, atingiu-me; a urgência de se pregar tudo e a todos, fatigou-me; o afã de conquistador de almas e a altivez de ser salvo do inferno, “encapetou-me”. A amnésia diante da sabedoria, foi vencedora: “Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?” (Mt 16:26).

Dias atrás, dialogando com duas pessoas em momentos distintos, tive a percepção de que estava sendo evangelizado. Mais instigante foi observar que o processo se dava através de pessoas que não professavam a mesma fé e doutrina minha, se deu de forma natural, nada programado e não-intencional, e não se fundamentou num versículo bíblico ou em concepções religiosas.

Paulo Freire, um dos maiores educadores que o Brasil e o mundo já teve, em sua obra “Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa” trata sobre a questão da dialogicidade e a dialética no ato do relacionamento pedagógico. Escreve que “quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender” (p. 25).

Concebo que a teoria freiriana deveria ser aplicada no ato do evangelismo. Entendo que evangelizar é um processo de mão dupla. Mais do que falar verdades, é preciso disposição para escutar muita coisa; Mais do que catequisar pessoas à nossa fé, é necessário compartilhar valores e princípios divinos; Mais do que salvar almas para o mundo celestial, é prioritário resgatar a humanidade nas vidas (inclusive a minha) para estabelecer “céus” sobre a Terra.

A Teologia da libertação (TL), da qual Paulo Freire estabeleceu diálogos, entende que é importante reverter o processo de se fazer teologia, sendo de “baixo para cima” e não ao contrário como de costume da Igreja. Leonardo Boff, teólogo católico e adepto da TL, cita numa de suas entrevistas a mídia, uma polêmica frase de Antonio Machado: “Não me dê a sua verdade; busquemos juntos a verdade e guardemos a sua e a minha”.

O Reino de Deus não está apoderado e enclausurado em nichos específicos da religião, está livre entre nós, disponível a todos. É construído através de trocas de experiências, reflexões, ações, princípios e valores que revelam o Deus encarnado, Jesus, no meio das diversas sociedades. Os discursos são transformados em práticas sinalizadoras da presença divina.

Reinterpreto a tradição missiológica e também torno-me alvo do evangelho de Cristo. Ensino e aprendo sobre como podemos viver melhor. Recebo e compartilho o pão. Nas tensões existentes entre a mensagem e o mensageiro, suplico: Fale sobre Cristo, evangelize-me!!! 

Anúncios

8 comentários sobre “Evangelize-me!!!

  1. moises alves

    Teologia em contexto com a situação do Latino Americano
    Porque fazer teologia a partir da América Latina?

    Teologia não desmorona do céu, ela é construção humana (no sentido que ela nos reflete e mais que isso reflete a nossa condição) como qualquer outra ciência. Portanto a proposta é fazer teologia a partir da realidade Latina Americano.
    Talvez parece um pouco estranho, por que aprendemos a falar de teologia somente a partir dos grandes teóricos do pensamento cristão. Quando exprimimos tal heresia (no sentido de ir contra a maioria) com tanta altivez é por que existe uma necessidade sóciopolítico de se fazer teologia explorando a “cristologia” (estudo de Cristo) a partir do clamor dos excluídos.
    O ponto de partida da seguinte teologia é o rosto de Cristo fransfigurado nos pobres. Por que os pobres? É por que devido o processo histórico de opressão na América Latina vemos o povo crucificado como cruz divina. Faz-se imprescindível na América Latina, a pregação de Jesus sobre o Reinado de Deus é um contexto vital e mediação concreta para conhecer ao Deus vivo e verdadeiro. O Reino revela o amor e a verdade.
    Por que cristologia Latino Americana? A Cristologia latino-americana (em particular na obra de Jon Sobrino) se faz a partir da dor humana, especialmente da humanidade padecente em sua carne e corpo.
    A Cristologia latino-americana vem de baixo para cima. Do histórico de Jesus ao ser de Jesus. Do ser de Jesus ao ser de Deus, é indo de encontro com o rosto de Deus na participação da esperança e da práxis libertadora dos povos crucificados.

  2. Gilmar Campos

    Olá meu amigo , distante quanto tempo não nos vemos !
    Como sempre suas reflexões são muito boas , gosto muito de Paulo Freire , mas quero lembrar que antes de Paulo Freire , e outros ciêntisatas pensadores no âmbito ciêntifico , o Espirito Santo já nos ensinava e continua nos ensinando esta habilidade e competência ( O Esnino-Aprendizagem ) Tudo que eu Falo ou Prego , primeiro tem que servir pra mim . E Gostaria de lembrar a todos uma coisa que um amigo meu fala e que eu uso como minha fala neste momento ” A TEOLOGIA SERVE APENAS PARA DAR RESPOSATS AOS IDIOTAS” . Pode parecer pesada esta frase mas é uma verdade , buscamos os estudos da Palavra para tentar responder coisas que prove ou desprove a existência de DEUS e que nos faz esquecer que Jesus nos deixou o Consolador para nos dar respostas verdadeiras e não ficarmos confusos .

    Um abraço meu amigo sumido .. te amo , estou com saudades de te encontrar no CTM .

    Gilmar Campos

  3. rose

    Olá Marcio,
    Pelo fato da igreja está acostumada a oferecer formas de agir para diversas situações, não dialogando com os reais dilemas, alegrias, questionamentos ou dúvidas vividas pelas pessoas, percebo uma opressão/confusão e também grandes incoerencias entre o ouvido e o praticado.
    Um exemplo disso é a questão da familia, muito difícil é estabelecer um diálogo para pensar os problemas que atingem as familias. Em encontros abre-se as regras para ter uma família feliz, mas e aqueles que ali estão e que não fazem parte do considerado padrão, como dialogar se não explorando/ ouvindo/refletindo sobre as causas e enfrentamentos das mesmas para que assim uma verdadeira ajuda e aconselhamento aconteçam!

    rose

  4. lelomissoes

    É mano… acho que todos nós já passamos pela certeza te sermos “donos da verdade”… infelizmente muitos se mantêm nessa posição, a famosa arrogância predomina no meio “evangélico”…

  5. margaret

    Querido Marcio! Amei a reflexão e compartilho contigo o mesmo sentimento e sensação além da necessidade de reavaliarmos antigos conceitos aprendidos. Valeu!

  6. Isaque Souza Palma da Silva

    Olá Marcio.
    Há muito tempo não nos falamos,né?
    Sempre recebo seus e-mail e hoje não sei por que resolvi comentar sua reflexão.
    Bom quanto a sensação de ser o dono da verdade, ela realmente é muito perigosa, não se olharmos para ela como servos do dono da verdade, sabe aquele para quem Pilatos perguntou: ” O que é a verdade?” certamente Pilatos não entendeu o negócio direito. Aos que pregam serem os únicos detentores da verdade, sempre atraindo muitos com o verdadeiro método….. bom, isso me dá nojo ( Que Deus me livre dessa verdade!!)
    Meu amigo realmente fiquei encafifado. Por favor me esclareça, como podem te evangelizar (falar do evangelho) sem professarem a mesma fé? Ou seja a fé no evangelho? Quanto aos métodos utilizados por estes ou por nós, não sei qual é o melhor, mas estou certo que o fundamento é o amor. Contudo não apelo para o relativismo, querendo ou não ainda leio o apostólo Paulo e percebo que realmente se não tiver o amor é barulho, barulho e barulho!
    Quanto a teoria Freriana, primeiro é necessário escalrecer que ela é vasta e não trata somente do citado. concordo com o Gilmar (citado acima). E relembro o próprio Cristo, que quando instigado a falar algumas verdades, rebatia seus opositores ” “E tu o que entendes?”
    Bom meu querido você suplicou ” Fale sobre Cristo”
    Espero falar e ouvir até o dia que Ele quiser!
    Abraços

    Isaque

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s