Carta Aberta: Empreendedores Sociais – Juntos Nós Podemos

Juntos

Por Marcio Uno

CARTA ABERTA: EMPREENDEDORES SOCIAIS

#JUNTOSNÓSPODEMOS

“A questão não é discutir se você

é ou não engajado. Não é isso!

A discussão é: como você pode

não ser engajado?”

Marcelo Caldas, Marcio dos Reis Uno, Elaine Procópio e Daniela Azevedo.

Nascemos de um único desejo, apenas um. Mas, não é qualquer desejo, e sim, aquele que nos move, impulsiona e desafia a darmos sempre o melhor em tudo que pusermos as mãos. E essa aspiração se chama: ajudar o próximo! Simples assim! Nem mais, nem menos: esse é o cerne ao qual colocamos a nossa pedra angular.

Assim como a frase de Heráclito de Éfeso “Ninguém se banha duas vezes na água do mesmo rio”, acreditamos piamente que passaremos por este mundo apenas uma vez! E caso não seja assim, é indiscutível que somente teremos uma oportunidade para cada momento vivido. Logo, qualquer bem ou gentileza que possamos fazer em prol dos semelhantes, que agora seja a hora!!!

Cremos que além das ações realizadas em benefício do outro, necessitamos de colaboradores. Sem parceiros, não poderemos potencializar o trabalho e multiplicar a corrente do bem. Sabemos da importância que se tem quanto à organização, material, divulgação, marketing, porém nosso maior valor são as mãos humanas, quer sejam a de obra como a de suplício.

Pessoas tais como Jesus Cristo, Nelson Mandela, Evita Péron, Mahatma Gandhi, Oscar Schindler, Freis Dominicanos na Ditadura Militar do Brasil, Francisco Cândido Xavier, Madre Teresa de Calcutá, Sidarta Gautama, Desmund Tutu, Confúcio, São Francisco de Assis, Zumbi dos Palmares, Martin Luther King, Rosa Parks, demais e anônimos da história mundial, além de serem inspirações a bilhões de pessoas, optaram pelo trabalho coletivo e deram importância significativa às pessoas.

Não atuamos por placas de igrejas, aliás, respeitamos todas as religiões, pois na essência somos todos iguais e nas diferenças nos respeitamos! Pregaremos sempre o respeito: a toda e qualquer religião.

Não pregamos o trabalho envolvido diretamente e/ou ligado a algum interesse nas questões partidárias políticas. Nem por isso rejeitamos o tema, pois sabemos que o empreendedorismo social é, sobretudo, também uma ação politizada.

Sabemos que a ideologia é intrínseca ao trabalho social, entretanto não levantamos uma bandeira específica nas ações além das quais abordamos neste manifesto.

Nossa ambição não é escatológica, muito menos messiânica. Não estamos preocupados em construir projetos mirabolantes, porém queremos que os frutos apareçam, ainda que seja ao longo prazo. Concordamos com Oscar Schindler quando diz que “aquele que salva uma vida salva o mundo inteiro”.

E como dizia Frei Betto, no seu monumental livro Batismo de Sangue (pág. 145 e 146):

“E como um cristão pode colaborar com um comunista?”

“Para mim, os homens não se dividem entre crentes e ateus, mas sim entre opressores e oprimidos, entre quem quer conservar a sociedade injusta e quem quer lutar pela justiça.”

“O que você quer é o comunismo?”

“Quero uma sociedade justa, onde a VIDA do ser HUMANO socialmente mais insignificante esteja assegurada. O Deus no qual eu creio é o Senhor da Vida. Não me interessa se essa sociedade tenha o nome de socialismo, de comunismo, de utopismo ou qualquer outro. Os rótulos não revelam o conteúdo”.

Para além das etiquetas, balizaremos todas as atitudes onde a vida do ser humano esteja injustamente desfavorável.

Pois desejamos tal como declarou o filósofo romano Lucius Annaeus Sêneca:

“Onde houver um ser humano, há uma oportunidade para a bondade.”

Convidamos que venha conosco nessa empreitada e que saia do comodismo, onde jazem os pessimistas – que nada fazem para mudar a realidade que os rodeia. Não estamos preocupados com aptidões ou currículos, pois como dizia Thomas Edison “talento é 1 % inspiração e 99 % transpiração”. Queremos pessoas que tenham um sonho por se transformar em realidade, assim como Martin Luther King discursou em 28 de Agosto de 1963. Buscamos sabedoria de vida.

Faça a diferença, acredite, você pode! Vamos todos, pois juntos nós podemos! Não adiaremos nossos atos de amor e bondade, pois não somos conhecedores do futuro neste caminho no qual trilhamos – o da vida. Tudo o que dispomos são das pessoas, vontades, sonhos, do tempo presente.

Em nossa religião, oramos, rezamos e meditamos:

“FAZER todo o bem que pudermos,

 Ao maior número de pessoas que passarem em nossas vidas,

Das mais variadas maneiras possíveis e

Por quanto tempo conseguirmos – lutando bravamente: sempre!”

#JuntosNósPodemos

 

Anúncios

2 comentários sobre “Carta Aberta: Empreendedores Sociais – Juntos Nós Podemos

  1. Adriana Loures

    Que bela e importante iniciativa. Parabens aos idealizadores e participantes. Quando vi algumas postagens no FB, Marcio, achei que fosse um grupo fechado. Fico feliz em ver que convidam outros a participar, pois eu gostaria muito. Quando passei no concurso da SEDS, achei que poderia fazer algo e era essa a minha intencao. Uma professora de Historia, na epoca, me disse para nao ir pra Sao Paulo (morava no Rio) com grandes expectativas, pois “o Estado cortaria minhas asas” e que, se quisesse fazer algo, de fato, deveria tentar fora do poder publico. Achei que ela estava exagerando, mas vejo, a duras penas, que estava certissima. Enfim, muito legal e entro em contato quando retornar da viagem. Bjs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s