Onde nasce a fé?

luz2.jpg

Ouvindo nesta semana uma das mensagens do Pastor Ricardo, ele disse sobre as três dimensões que a Palavra de Deus atinge no ser humano: intelecto, emoções e as vontades. Pois bem, após definir as três, ele discorreu sobre como nasce a fé. Por exemplo, a fé não nasce simplesmente quando a Palavra de Deus alcança nossa satisfação intelectual, e aqui mora o perigo para os teólogos e grandes pensadores, pois como a própria bíblia diz em II Coríntios 3:6 – “Porque a letra mata e o espírito vivifica”. É lógico que o versículo está falando sobre a Lei, mas também não está proibindo de estudarmos a palavra de Deus, o problema é quando apoiamos nossa fé somente em nossa capacidade do pensamento.

Por outro lado, crer em um Deus simplesmente através das emoções, também é um jogo perigoso e infelizmente, muitas igrejas e líderes evangélicos têm se sustentado nesse viés, achando que é pela euforia, pelas lágrimas e choros que é gerado a fé no coração de seus membros. A palavra de Deus nos diz na parábola do semeador, em que Cristo cita as sementes que caíram em terra rochosa, cresceram um pouco, mas logo morreram, não criaram raízes suficientes. E então dá a explicação a seus discípulos em Marcos 4:16 – “Semelhantemente são estes os semeados em solo rochoso, os quais, ouvindo a palavra, logo a recebem com alegria. Mas eles não tem raiz em si mesmos, sendo antes de pouca duração; em lhes chegando a angústia ou a perseguição por causa da palavra, logo se escandalizam.”

A fé nasce e cria raízes quando é motivada pelas nossas vontades, gera atitudes, transformações de vida. Se somente pela satisfação intelectual, ela nos mata, por outro, meramente por ser movido em emoções, ela nem sequer nasce. Porém quando ultrapassa e nos conduz a vontades, traz-nos vida. Assim também são minhas leituras diárias. Alguns livros que são mais teóricos, filosóficos e teológicos, somente atingem meu intelecto, dando uma nova visão, porém outros, conseguem transpassar limites, conduzindo-me a mudança. Os que são os biográficos, poéticos, algumas vezes trazem simplesmente sensações momentâneas, mas outros, conseguem impactar minha vida causando profundas metamorfoses em meu ser. Aliás, abrindo um parêntesis, “Metamorfose” será o tema do Acampamento da Betesda.

Uma dessas leituras que tem me incomodado e que gostaria de compartilhar é “Como os pinguins me ajudaram a entender Deus” de Donald Miller. Um livro recomendado pelos meus amigos Thiago Bonfim e Diego Carbone, que conta sobre a biografia de Don, totalmente despretensioso e relata aprendizados, erros, acertos na vida do autor. Acho que pelo fato do livro ser realista, humano e sincero, é que estou me identificando com ele. Alguns capítulos que ainda estou digerindo e pensando sobre mim são: “Mudanças: A história de Penny”, “Confissão: Saindo do armário”, “Solidão: 53 anos de espaço”, “Comunidade: Vivendo com malucos” e “Amor: Como realmente amar outras pessoas”.

Bom, mas no decorrer dos dias compartilharei sobre quais foram minhas impressões, recordações e aprendizados sobre essa leitura instigante. Ela foi comentada por Thiago Bonfim, no site do Café com Livro. Por ora, digo que a fé vem através do ouvir a Palavra de Deus, mas esse ouvir está mais relacionado com mudanças e a prática do que simplesmente aumentar conhecimentos, enriquecer nossos dogmas e a nossa teologia e somente encher-nos de entusiasmos e frenesis religiosos. Somente terei vida e fé quando a Palavra de Deus me transformar, pois como diz Tiago em sua epístola: “A fé sem obras é morta. (Tg. 2:17).

Lembro-me de uma frase do Pastor Ken Kudo, missionário da SEPAL e titular da Igreja Novo Rumo, e quero nunca me esquecer: “A Palavra deve entrar na nossa mente e descer para o nosso coração.” Fé não é medida por aquilo que sabemos ou pelo que sentimos, mas é observada diante do que tem nos causado. A fé é instigante, pertubadora e desafiadora.

Anúncios

8 comentários sobre “Onde nasce a fé?

  1. “Onde nasce a fé?”
    Essa é uma questão sobre a qual tenho refletido bastante.
    Minha inquietação nasceu porque passei a pensar no papel do cérebro e o do coração.
    Um exemplo ao qual me apego para dizer que a fé nasce no cérebro é o seguinte:
    uma pessoa não-evangélica, que recebe um coração de um evangélico, passaria a sê-lo, correto?
    Logo, a fé está ligada ao cérebro, o qual transmite os impulsos ao coração.
    Será que estou viajando muito?
    Que vocês opinam sobre o assunto?

    1. PR. E DUARDO

      OLA AMADOS VAMOS DO PRINCIPIO QUANDO NOS CONVERTEMOS O ESPIRITO SANTO PASSA EPAL ALMA E FAZ MORADA NO NOSSO E SPIRITO BASIADO NAQUILO QUE JESUS DIZ A NICODERMO QUEM NASCE DO E SPIRITO E ESPIRITO MAIS QUEM NASCE DA CARNE E CARNE OU SEJA O FRUTO DO ESPIRITO SANTO ENTRE ELES E FÉ EM GALATAS 5- 22;23 (FRUTO)SIGNIFICA ATITUDE DO ESPIRITO OU SEJA A VERDADEIRA FÉ NUM DEUS VIVO NASCE NO NOSSO ESPIRITO ONDE O ESPIRITO SANTO ABITA E BOM LEMBRA QUE DEUS NAO MORA NA ALMA OU SEJA ELE DESEJA GUIAR A NOSSA ALMA ATRAVEZ DO SANTISSIMO LUGA QUE E O NOSSO ESPIRITO

  2. Thais Campos

    Interessantíssimo o tema de seu novo texto Márcio. Não haveria nada acrescentar rs.

    Jose Augusto,
    com permissão para opinar sobre o assunto …, creio que está enganado, digo que a fé nasce com o homem, ele a desenvolve de diversas maneiras.
    Sendo assim, todo homem tem fé. Por que a definicão de fé e crença, convicção. (entre tantas outras)
    Deste modo todo e qualquer ser humano crê, em Deus, algo ou alguém.
    Não creio que uma pessoa não evangélica (como citou) que receba um coração de um cristão se torne um. (me perdoe se entendi mal). Nossa identidade não está em nosso coração.

    Creio que somos corpo, alma e espirito. Como está em 1Tessalonicenses 5:23
    * E o próprio Deus de paz vos santifique completamente; e o vosso espírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo”.

    Portanto tenho pra mim que algumas atribuições que damos ao nosso coração diz respeito a nossa alma.
    Espero não estar sendo indelicada. Mas creio que existe inquietação por tentar distinguir o papel do cerebro e do coração.
    Existe apenas um cérebro racional, emocional, por que não? uma alma cheia de vontade e repleta de nossas emoções e nosso precioso espirito.

    Um grande abraço.

  3. felicidade

    Oi, Marcio,

    Vou ler com mais atenção os textos e depois faço meus comentários ou acrescento informações para enriquecer o bate papo.

    um grande abraço
    Fecidade Pereira

  4. Carlos Alberto Almeida

    Marcio Uno. Honrra e Gloria seja dado ao nosso Deus Senhor dos senhores. Agradeço a Deus por ter te dado a oportunidade de definir tão bem como funciona na sua exencia a Fé um dos engredientes fundamentais na vida de um cristão muito obrigado. Deus te abençoe hoje e sempre e essa definição me ajudou muito tá? E mais uma vez Deus te abbençoe. Amém.

  5. Pingback: Os 10 Textos Mais Lidos em 2013 no “Caminhada & Missão” | Caminhada & Missão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s